15/03/2015 – Porque eu fui para a rua?

E porque eu continuarei indo tantas vezes quanto forem necessárias?

Não é difícil responder isso. Para tal, nada melhor que esta música do Gabriel o Pensador: #Chega!

Entenderam?

O recado é claro!

Não fui contra A ou a favor de B.

Não fui num ato saudosista clamando pela ditadura militar – sim pois de uma intervenção para um golpe é um estalo apenas! E não quero ditadura alguma, nem a militar e nem a vremelhóide. Quero o meu Brasil livre e belo como é!

Simples assim.

11054481_863834420340086_4312131886952507127_nVocê tem todo o direito de acreditar no que quiser, inclusive nas “boas intenções” da esquerdalha brasuca. O problema é que eu quero o meu País crescendo sempre, com Ordem e Progresso. E eles (não sei como vocês que os apóiam não percebem isso) só querem nivelar TUDO e TODOS por baixo.

Não quero o meu País tomando os mesmos rumos desastrosos, desumanos e cruéis que Cuba, Bolívia e Venezuela. Se você acredita que o Socialismo é uma boa, o que está fazendo aqui ainda e não migrou para o tão sonhado “paraíso”? Vá, ninguém te impede disso. Claro, tá na cara que você tem plena consciência da MERDA que isso dá, que estes países vivem e você, como bom CAPITALISTA RECALCADO não quer a sua liberdade cortada, não quer deixar de usufruir dos produtos frutos do capitalismo e etc, etc e etc né não?

Aliás, tenho pra mim que TODO radicalismo é BURRO e só direciona para uma coisa: ferrar com todos.

Mas muito além de todos os motivos retratados na excepcional música do Gabriel, fui por motivos pessoais (que não vem ao caso aqui) e profissionais.

10354675_860385924018269_4646458422907150784_nÉ INADMISSÍVEL:

– Uma associação que não conta nem com 10% dos profissionais da área, blindar o projeto de regulamentação profissional, não dialogando com os profissionais, a academia e o mercado sobre a profissão. Que somente esta associação seja ouvida (e tenha voz) dentro do Congresso Nacional direcionando a regulamentação para um caminho altamente danoso à nossa profissão. Eu não assinei NENHUM DOCUMENTO dando direito à esta de “falar em meu nome”. Isso não é democracia, é imposição, coisa típica das piores ditaduras.

– Que o CAU tenha tanto poder dentro do Congresso Nacional, conseguindo infiltrar-se e manipular todos os parlamentares e comissões com a clara intenção de ferrar profissionais QUE NÃO FAZEM PARTE DE SEU QUADRO com a clara intenção de promover uma reserva de mercado (que é CRIME!) para seus profissionais de Arquitetura, sem considerar qualquer outra coisa salvo a sua visão DISTORCIDA do que é Arquitetura.

– Ainda sobre o CAU, que um conselho tenha tanto poder  para manipular o Congresso Nacional (ou será que tem tanto parlamentar de rabo preso com eles assim?) e, com isso, consiga gerar tantos atritos, com tantas outras profissões, mesmo ciente de que a maioria dos arquitetos não concordam com tais ações. Afinal, o CAU existe para regular os arquitetos e urbanistas. Não para ingerir sobre outras áreas profissionais que não são de sua alçada.

– Que a ABNT chame para elaborar normas sobre Design, profissionais de Arquitura. E que esta chamada tenha sido feita em sigilo sem convocar os designers para tal.

– Que a ABNT (uma empresa privada) lance normas que somos OBRIGADOS A SEGUIR e que, ao mesmo tempo, temos que pagar fortunas por cada uma delas.

– Que estas mesmas normas (direcionamentos) sejam publicadas e divulgadas como se Leis fossem, causando transtornos em diversas profissões, causando desconfiança nos clientes e prejuízos aos profissionais.

– Aliás, que o MEC chame arquitetos para “definir” o que é Design de Interiores e Ambientes.

– Também, que o mesmo MEC chame um grupo de SETE profissionais para rever o ENADE sobre Design de Interiores, e somente UM dos membros seja DESIGNER. O resto? Todos arquitetos.

– TER UM CONGRESSO NACIONAL VENDIDO E QUE APOIA TODA ESSA SUJEIRA E MUITO MAIS.

1907998_10205506236569374_8105679839657796524_n

Tem outros motivos também, mas já deu pra entender do porque eu fui pra rua né?

O que importa é que essa não foi a primeira e não será a última manifestação popular de indignação contra tudo isso que está errado em nosso País.

1978604_877930818935951_4417766126280614190_n#VemPraRua

#MudaBrasil

#PorUmPaísDecente

#XôCorruptos

Um comentário sobre “15/03/2015 – Porque eu fui para a rua?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s