Chega!!! Cansei… “Regulamentação 171”

Como coloquei no grupo deste blog lá no Facebook, eu não vou mais me meter em questões relativas à regulamentação. Não adianta espernear, especialmente estando praticamente sozinho nessa luta por uma regulamentação séria, ética e honesta com os profissionais e, principalmente com a nossa área.

Cansei de dar a cara aos tabefes, de me expor enquanto a classe mantem-se comodamente silenciosa sem manifestar-se diante dos absurdos que estão sendo cometidos nesse processo.

Pois bem, vou explicar pela ultima vez o que está rolando:

1. A ABD contratou um “leão de chácara” para ficar correndo os diversos grupos defendendo-a e também ao PL dela. Trata-se do advogado Jonatan. Não sei se perceberam mas onde estão os diretores dessa associação nos debates sobre a regulamentação. NENHUM deles aparece, nenhum deles tem a decência de dar o ar da graça para responder questões ainda abertas e pendentes. Jonatan, te admiro demais como advogado, mas como designer você é péssimo, mesmo que somente na teoria. Já cansei de escrever e repito: o que teus professores estão te ensinando não é Design de Interiores/Ambientes. É mera Decoração. Por isso a sua dificuldade em entender pontos simples que questionamos com relação ao PL: você não sabe o que é Design de Interiores/Ambientes.

2. Um exemplo do que escrevi acima? Fácil: tempos atrás eu estava ministrando a palestra “N Jeitos de atuar” e na plateia estava uma das diretoras. Quando eu estava falando sobre a área de moda e os nichos que esta nos proporciona e citei Vitrinas esta riu jocosamente. Questionada do porque da risada ela fez um sinal de deixa pra lá. Insisti para entender o porquê da risada e ela soltou que “vitrine é coisa de vitrinista”. Pois bem, eu lhe afirmo minha senhora que NÃO! Vitrinas não são coisas de vitrinistas. Vitrinas fazem parte do pacote Visual Merchandisign, que é a peça chave de todo projeto comercial. Sem o conhecimento adequado desta ferramenta não se consegue atingir com precisão o resultado esperado. Fico me perguntando se é daí que vem a tosca ideia de que todo projeto comercial tem validade de no máximo 3 anos. Claro, afinal se vitrinas é trabalho de vitrinistas vocês não devem fazer a menor ideia do que é identidade corporativa, jamais devem ter estudado manuais de aplicação e uso de marcas, etc… Lamentável.

3. Outro exemplo: não sei se perceberam, mas desde a audiência meu blog está parado, fiquei um bom tempo em silêncio no Facebook. Motivo? VERGONHA de tudo que ali fui obrigado a engolir calado, sem poder me expressar. Com exceção das falas da Nora que foram mais completas, o que se viu durante toda a audiência foi um show de firulas e romantismos desnecessários. A área técnica, que é o que realmente interessa para a regulamentação foi totalmente esquecida nas defesas. De riscos aos usuários (responsabilidade técnica) apenas a Nora tocou no assunto. De resto pareceu um bando de desabrigados implorando por socorro, apelando pelo lado emocional mascarado como humano.

4. Técnico sim! A nossa área é extremamente técnica. Nem briffar corretamente é ensinado nas faculdades e duvido que qualquer um dos diretores da ABD saibam o que é isso realmente. Quando eu estava voltando de um evento me encontrei num aeroporto com uma diretora e conversamos sobre isso. Areação dela quando eu coloquei que devemos aplicar as técnicas de brieffing do Design em nossos projetos ela quase babou. Preferiu repetir as baboseiras que foram ditas à exaustão durante a audiência de que a nossa área é de humanas, que temos de ter sensibilidade, atender à estética… quando coloquei que por trás de todo sonho do cliente existe na verdade um problema a era resolvido, que somos muito mais exatas que humanas, ela literalmente não conseguiu entender e se recusou a ao menos tentar entender…

5. Por sinal foi no mínimo risível quando soltei esta imagem:

 papel1

E na sequência a Sr Jonatan postou outro insistindo em enfiar a palavra “sonho” e forçando o debate em torno do tópico por ele postado numa clara tentativa de esvaziar o meu. Ali ficou claro o papel de “leão de chácara” e a intenção dele e da ABD. Mas o que mais chamou a atenção é que NENHUM(A) diretor(a) apareceu em nenhum dos dois. Que novidade… Aquilo soou como um açougueiro querendo escrever sobre microcirurgia neurológica. Na verdade é o que parece sempre quando a ABD tenta falar sobre Design de Interiores/Ambientes: na verdade fala apenas de Decoração que NÃO É Design de Interiores/Ambientes.

6. De todas as conversas anteriores onde ficou acordado que ambas as partes (discordantes e ABD) cederiam para que conseguíssemos chegar a um ponto em comum nos ajustes necessários no PL, tudo não passou de mais um embuste por parte da ABD. Apenas trocaram em alguns lugares a palavra “interiores” por “espaços” numa vã tentativa de atender às nossas solicitações. No entanto, os pontos fundamentais e sérios ainda estão lá sem qualquer alteração ou possibilidade de. Pelo contrário, já estão com outro projeto substitutivo tentando a auto-regulamentação. Sem alterar os pontos necessários e ainda partindo para um modelo menos democrático: nos conselhos auto-regulamentados, apenas associações e entidades de classe podem concorrer aos cargos ou seja, o poder fica com a ABD. Por isso a resistência em nos inserir no PL do Penna após a sanção presidencial através de uma emenda. PODER, nada além disso.

7. Tinha sido acordado que começaríamos a realizar em conjunto o “Fórum Nacional pela Regulamentação”, com palestras e mesas em diversas cidades do país para debatermos abertamente os problemas de mercado para realizar os ajustes necessários no PL. No entanto, a ABD vem realizando diversas palestras sozinha e sem qualquer possibilidade de abertura da participação dos discordantes, salvo se ficarem quietinhos na plateia. Um amigo meu assistiu a palestra em Curitiba e disse que foi triste ver a lavagem cerebral que estão fazendo nos profissionais, escondendo/omitindo o que realmente interessa. Como se vê, democracia é uma coisa que a ABD definitivamente abomina.

Assim, me afasto desse assunto, desse lixo de associação em definitivo! Me fizeram acreditar que a ABD estava de cara nova mas percebo que mais uma vez fui iludido, usado  e enganado por esse grupelho asqueroso, mentiroso e dissimulado.

Vai ser regulamentada a área? Provavelmente será, mas aquela coisa “meia boca”, que “paga migué” pro CAU, que não atende às reais necessidades do mercado. Será mais uma daquelas coisas “pra inglês ver” apenas. Uma verdadeira “Regulamentação 171”.

Prova disso?

Encaminhei uma pauta unificada à diretoria da ABD com solicitações básicas, coisas bobas e fáceis de fazer. Fui severamente criticado por diretores alegando que eu “estava sendo duro demais com a coitadinha da associação”, que eu tinha que pegar mais leve. Quando não tive resposta alguma e a publiquei aqui em meu blog só faltou me espancarem na rua e ficou visível nos comentários pelas redes sociais o ódio que sentiram por eu ter tornado aquele documento público. Oras, é um documento público, pois não foi feito apenas por mim e ele atende à demanda de muitos profissionais que estão no mercado público. Já se passaram quase seis meses e NADA!!!

Até agora NADA de resposta.

Atitude típica atitude dessa associaçãozinha ensimesmada, umbiguista e arrogante. Prefere  deixar que isso caia no esquecimento como sempre faz com assuntos espinhosos e sérios.

Mas dizer mais o que de uma associação cujos diretores se dizem designers e nem sabem o que é brieffing (na exata concepção da palavra) e tampouco o que é  plano de corte (isso sem contar inúmeras outras ferramentas do Design)? Uma associação que prefere dar voz aos patrocinadores falando sobre “a cor da moda” que sobre assuntos teóricos muito mais importantes para o exercício profissional?

Me respondam: esperar o que dessa palhaçada?

Lamento, mas esse antro não serve para mim. Me usaram mais uma vez para tentar alcançar uma credibilidade junto aos profissionais que a ABD está longe de conseguir.

Que venha a regulamentação imposta pela ABD.

Estou tirando meu time de campo deste assunto pois sei que futuramente os designers de interiores irão encontrar sérios problemas no exercício profissional por causa dessa Regulamentação 171. E eu não serei vidraça quando os problemas começarem a estourar. A associação que assuma sozinha a responsabilidade por todos estes problemas já que é a ÚNICA responsável por essa merda toda que vem por aí.

A minha parte eu já fiz desde que comecei este blog. Ele é prova irrefutável de minha luta por uma regulamentação séria, honesta e ética.

Que venha a regulamentação!

Que venham as merdas!!!

E que a ABD mostre-se séria, assuma  e resolva todas elas!!!

8 comentários sobre “Chega!!! Cansei… “Regulamentação 171”

  1. Não sou mais afiliada, estou meio desacreditada da ABD, Sou formada a 8 anos e nunca vi nenhuma ação determinante da Associação em nossa defesa. Não acho justo ter como associados profissionais da Arquitetura, eles não possuem metade das disciplinas que precisamos para nos formar como design de interiores. Da mesma forma que não somos aceitos na Cau, eles não deveriam ser aceitos por aqui. “Cada um no seu quadrado”. Acredito que uma Associação que aceita essa mistura perde a credibilidade da instituição e dos profissionais a quem ela diz representar.

  2. Pingback: É puro blablablá… CHEGA! | Design: Ações e Críticas

  3. Acompanhei o histórico do que está se desenvolvendo e embora não membro da ABD, só se pode observar o que ocorre geralmente em associações que tem patrocinadores. Eles devem seguir a cartilha dos mesmo….e aí isto compromete o todo. É simplesmente lamentável ver que hoje muitos profissionais que se dedicaram a estudar por anos, acabam entregando seus projetos aos fornecedores e cedendo aos limites deles….até pela falta de se encontrar bons executores a uma ideia, o que é ainda mais comprometedor.

  4. Paulo, eu tbém lamento o fato de a ABD não representar nossa classe como deveria. Nos passa a idéia de que os seus diretores tem formação de Design com pensamento de decorador, se é que tem este tipo de formação. Só quem tem conhecimento suficiente e realmente é Design de Interiores/Ambientes sabe que somos mais EXATAS. Sofismar uma profissão não é papel de uma Associação. Ser atualizado e realista, olhar com propósito de melhorar a vida do ser humano no seu cotidiano nos aspectos que vc citou é nossa função, para isto projetamos e iniciamos com brieffing. Para ser vitrinista e decorador nem é necessário muito empenho, basta ler bastante e ter bom gosto. Design é técnica, dedicação, pesquisa e muito estudo …constantemente. Infelizmente há pessoas que fazem os cursos de Design com diversos objetivos que fogem a área, acham lindo o título… fica “chic”, romanceando uma idéia de decorador ou sei lá o quê mais. Desconhecem a História, o início da profissão, a idéia principal de como e para que se propuseram os que a idealizaram e também o motivo pelo qual aqueles que deram continuidade a esta profissão.Desconhecem por falta de compromisso com a nossa profissão, falta de interesse e dedicação. Quando encontram certos contatos que dão ênfase a um pensamento distorcido, os que pegam o bonde andando e etc., o real objetivo a que se diz uma associação desta tende a ser transportado para um estado imaginário, ainda mais um grupo de pessoas pirando na batatinha e achando que isto ou aquilo, conseguem viajar a distâncias planetárias da realidade . Fica aquela coisa de eu sou o diretor tal da associação tal…eu isso, eu aquilo…por aí vai e resolver algo de concreto e real que favoreça, que seja coerente com a profissão NÃO RESOLVEM. Já ví este filme em outras profissões, tenho experiência de vida o suficiente para perceber que as melhores cabeças estão longe tanto da Associação quanto de outras entidades que possam representar os designers. Admiro vc por ter ido tão longe e ter uma visão tão clara sobre nossa situação, admiro mais ainda a falta de censo dos que podem resolver nossa situação, ou pelo menos ajudar …há pessoas que não sabem viver “NÓS”, o “EU” prevalece como se a profissão propriedade fosse destas pessoas, o que é pior …e vc tem razão, é provável que a regulamentação saia cheia de falhas e levarão gerações para beirar o ideal. Os que fizerem aprovar esta regulamentação ainda vão lamentar, pois ainda não consideraram as consequências…e eu me pergunto, o que um advogado entende de Design, sua história e seu desenvolvimento até a atualidade? Sofisma não trará benefício nem pra eles, além da vergonha, do FIASCO de trazerem para nossa profissão uma regulamentação inapropriada, insólida e espelho de outras que transformaram a nossa em coadjuvante e futuramente uma sombra à margem das demais. Apoio vc, Paulo. Entendo sua revolta e lamento que esta ABD não passe de local para convescote de desinformados que tem a intenção de colocar em plano futurista e astral uma profissão que faz parte do cotidiano e real. Boa Noite.

  5. Nossa desculpe mas não sabia que estava nesta situação , pensava muito em fazer parte da ABD mas agora simplesmente penso pra que , ter uma representação desta ,melhor não tê-la .aqui também temos profissionais que fazem decoração , ridículo mas fazer o que , o povo gosta de modinha rsrsrsrrsrsrs mas fique em paz , justiça tarda mais não falha pode demorar um pouco mas vem , precisamos acreditar nisso, Obrigada por tudo e quero dizer que cada email recebido seu para mim é um banho de informações muito importantes e que a cada dia agrega muito em minha formação obrigada por tudo , continue assim …..

  6. Paulo, me entristece saber que você, esse profissional comprometido e ético jogar a toalha. ..infelizmente vamos ficar a mercê de uma minoria que, como tudo neste Brasil, ocupa determinado cargo pra vitrine pessoal, sem conhecimento técnico, sem profissionalismo a serviço da classe e da sociedade, sem ética, sem pudores…enfim, peço a Deus que te ilumine ainda mais e que te abençoe sempre! Na minha trajetória posso dizer que você é uma folha da minha árvore e que suas palavras e gestos a tornaram mais significativas. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s