Curso de Iluminação Residencial

É, todo mundo correndo aqui para ver onde vai ter esse curso não é mesmo?

Pois é, recebi esta notícia por e-mail através de um boletim eletrônico e confesso que me deixou bastante irritado.

Reconheço no SENAC uma instituição séria e que merece respeito pela qualidade dos cursos oferecidos em diversas áreas e pelo seu papel social na formação de trabalhadores qualificados (ponto).

No entanto, já ha bastante tempo estou com ele “entalado”. Na verdade desde que o curso superior de Design de Interiores foi eliminado e mantiveram apenas o técnico e a especialização.

Isso para o mercado é péssimo pois os cursos técnicos formam “profissionais” de qualificação duvidosa, bem inferiores aos dos cursos superiores – com raríssimas excessões.

Como se não bastasse isso, agora o SENAC de Jaú resolveu lançar, provavelmente baseado nas diretrizes curriculares Tabajara, o curso de Iluminação Residencial.

Requisitos necessários? Basta estar com o ensino médio em andamento.

Gente, fala sério… Isso já não é nem sacanagem e sim PUTARIA com a cara dos profissionais sérios.

Como se já não bastassem os problemas e dificuldades que enfrentamos dia a dia no mercado onde eletricistas autodidatas oferecem projetos de iluminação para os clientes e os técnicos eletricistas também ( estes ao menos tem algum curso) agora teremos também de competir com gente totalmente desqualificada vendendo “projetos de iluminação residencial” no melhor estilo dos micreiros que disputam o mercado com os designers gráficos?

Na minha turma de pós em Iluminação, tem um bando de arquiteto lá que, depois de 12 meses de curso, ainda não sabem diferenciar os tipos de lâmpadas, imaginem esse povo que vai fazer um curso de – acreditem – 24 horas de duração!!!!

Estão duvidando? Vejam com seus próprios olhos então neste link.

Onde é que esses professores conseguirão enfiar na cabeça – prefiro aqui colocar goela abaixo – desses alunos leigos noções de tudo o que envolve a parte técnica (lampadas e equipamentos, luminarias) + projeto, + estética, + eficiência, + sistemas, + automação, + programa de necessidades, + normas técnicas e mais um monte de elementos que envolvem um projeto de iluminação?

Conhecendo o povo como conheço, jajá estes que se formarem nesse curso de iluminação RESIDENCIAL estarão por aí soltos no mercado vendendo seus projetos de iluminação de lojas e onde mais conseguirem se enfiar vendendo ao cliente algo que não possuem: CONHECIMENTO.

Pra piorar, fui olhar o site do Senac para ver a grade do curso e outras informações e também encontrei um de Iluminação Aplicada ao Paisagismo, com carga horária de…. 21 horas!!!!!

Isso já é um esculacho!!!

Se nos cursos superiores de arquitetura, engenharia, design de interiores que tem – no mínimo nos piores cursos – 60 horas de iluminação os egressos saem quase sem entender patavinas de nada de iluminação além do BE-A-BÁ, imagina nesses de 20 horas…

E não adianta virem aqui reclamar ou chiar com blablablas pois isso é FATO e todos vocês sabem que acontece diariamente. É só ir nas lojas de materiais elétricos e luminárias que encontrarão um monte de vendedores sem formação alguma fazendo e vendendo “projetos de iluminação”. Claro, assim a comissão fica só pra eles e não tem de dividir com arquitetos e designers a poupuda RT.

Acompanho – e faço parte também – diariamente a luta dos profissionais e das associações tentando arrumar o mercado da área da iluminação levando informação séria e correta sobre a mesma. Este é um trabalho árduo já de anos desenvolvida por gente séria como o Valmir Perez (Unicamp), da Jamile Tormann e de tantos outros profissionais além das associações como ABIL, AsBAI, ABriC entre outros.

Mas num país onde artesão é chamado de designer, eletricista de engenheiro elétrico, pedreiro de engenheiro civil podemos esperar o que???

É lamentável e ao mesmo tempo estarrecedor ver instituições sérias como o SENAC prestando este tipo de desserviço à sociedade.

É a visível a fundamentação em apenas dois pontos:

1- ganhar o dinheiro dos alunos

2- fôda-se o mercado, os clientes e a seriedade dos profissionais habilitados e especializados.

Fica aqui o meu protesto com essa falta de respeito e também o alerta aos leitores (clientes):

Exijam a apresentação do diploma de curso superior ou especialização antes de contratar alguém para fazer o seu projeto de iluminação. Isso é sério demais para ser colocado nas mãos de qualquer um.

Também fica o alerta aos parlamentares e aos profissionais sobre a urgente necessidade da regulamentação da área de Iluminação e Lighting Design.

15 comentários sobre “Curso de Iluminação Residencial

  1. Boa tarde Paulo………cara concordo com vc em suas criticas, também acho que para vc exercer uma profissão vc tem que estar apto de foma exemplar, e por isso venho lhe pedir uma dica. Sou projetista de móveis e tenho de forma amadora é claro um contato com projetos de iluminação e gostaria de me especializar na área mas somente em iluminação, quais cursos vc me indica para que eu tenha bagagem suficiente para sim buscar uma graduação mais elevada……….. já agradeço antecipadamente ………… uma boa tarde.

  2. Eu estou cursando técnico em design de interiores no SENAC, o curso é de 1 ano e é reconhecido pelo mec, aprendi MUITO no curso, é bem puxado, mas tenho problemas em aprender sobre iluminação. Pra mim, é a parte mais dificil do curso..
    Mas não sei onde procurar um curso BOM de iluminação. Você poderia me indicar algum bom em Niterói ou São Paulo capital?
    Obrigada.

    Ah..e acredito que pelo menos 50% das pessoas não estão preparadas pra começar a atuar na sua profissão assim que terminam a faculdade, por isso creio que no estágio aprendemos muita coisa tambem.

  3. Boa noite Paulo, li sua critica sobre o curso de iluminacao residencial do SENAC e me identifiquei. Fiz design do produto e estou prestes a entrar na área de iluminação. Gostaria que você me indicasse algum curso em SP focado em iluminacao de projetos arquitetônicos. Abs.

  4. Boa noite.
    bom eu fiz o tecnico em design de interiores no senac , MAS ja vou avisando nunca peguei nenhum projeto pois acho que nao tenho base pra fazer um projeto sozinha, procurei um escritorio de arquitetura onde um dos socios foi meu prof e vou começar o estagio la e tambem o tecnico foi para eu ter certeza da área que eu queria seguir, hoje estou cursando arquitetura , acho que essa deveria ser a mentalidade das pessoas fazer um tecnico como primeiro passo , afinal hoje o numero de pessoas que desistem no começo de um curso superior é enorme . mas esta só a minha opiniao , parabens pelo seu blog , muito bom.

    • Ana,
      a sua escolha por arquitetura foi opção sua mesmo ou sofreu influência?
      Você quer realmente construir ou trabalhar ambientes?
      No entanto, a sua visão sobre o abandono realmente é bastante seria e real: as pessoas continuam entrando nos cursos de Design pensando que se tratam de cursos de decoração – daqueles antigos que as madames faziam. Aí, quando se deparam com algumas disciplinas mais pesadas, caem fora mesmo.
      Tanto que se você olhar os comentarios por este e outros blogs da área, perceberá isso.
      abs e sucesso!!!
      ;-)

  5. Boa noite,Paulo.

    Gostaria de parabeniza-lo pelo blog,esta perfeito.
    Paulo,sou apaixonada pelo assunto e gostaria muito de cursa-lo,só que gostaria de esclarecer algumas duvidas.Tenho medo de n conseguir de forma alguma desenhar e de n ter a capacidade de criar e planejar hambientes,mas por outro lado passo horas me informando no assunto e a cada dia me encanto mais o q vc pode me disser?.

    Obrigada.

    Daniela

    • Olá Dani,
      bom, durante o curso você terá aulas de desenhos – do arquitetônico ao de expressão.
      Se tem dificuldades sérias em desenho, procure fazer um curso livre de desenho em algum ateliê ou professor particular (perspectivas, luz&sombras, observação, etc.)
      abs e sucesso ;-)

  6. Concordo em parte com sua opinião. Acho que isso é medo da “concorrência”; se você é um profissional melhor que eles, não vai disputar com eles, o público-alvo será diferente. Provavelmente muitos projetos de iluminação sairão uma porcaria, mas uma parte desses alunos vai aprofundar o assunto e se interessar mais.

    • Não Wyliam,
      é diferença de foco e visão mesmo.
      Olho pelo lado profissional sim, mas principalmente pelo lado educador que sabe que isso não vai prestar. Não tem como prestar.
      Olho pelo lado cidadão, ao ver uma instituição usurpando e enganando os alunos e o mercado.
      Não tenho medo da concorrência com estes “profissionais” e sim do que estes “profissionais” vão sair aprontando no mercado, destruindo o trabalho árduo e sério desenvolvido por diversos Profissionais sérios que estão ha anos praticando ações de acreditação, visibilidade e valoração da área.
      Se quer aprofundar-se mesmo no assunto, então que escolha o caminho normal e correto: um curso superior e não fique correndo atrás de atalhos.
      abs

    • Wagner,
      não tem nem como comparar os dois cursos, são realidades diferentes, veja bem:
      1 – um pede apenas ensino médio em andamento e o outro destinado a profissionais já habilitados (curso superior) em alguma área que trabalhe direta ou indiretamente com iluminação
      2 – O corpo docente do curso da AEA é composto por profissionais renomados e reconhecidos por sua especialidade, os cursos do Senac (e muitos outros) raramente colocam especialistas e sim generalistas como professores;
      3 – com relação à carga horária tanto em um quanto no outro é pouca sim. O da AEA serve para aumentar um pouco o conhecimento dos profissionais mas não formam especialistas no assunto. O do SENAC, sinceramente não sei o que formará.
      Isto são apenas 3 exemplos que posso colocar de forma rápida, mas se for para analisar mais a fundo certamente encontreremos muitos outros problemas tanto em um quanto em outro curso.
      abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s