Ponte Estaiada Octavio Frias de Oliveira

Muita gente reclamou quando fiz meu primeiro post sobre a Ponte Estaiada de São Paulo. No entanto, se escrevi aquelas impressões foi pelo simples fato de ter observado uma imagem do teste de iluminação.

Teste de iluminação nem de longe quer dizer finalização da mesma. Todo o aparato é colocado para funcionar e os técnicos. junto com os Light Designers, fazem então os ajustes, a afinação da iluminação e, em alguns casos, como o da ponte, acréscimos ao projeto original.

Mas depois de tudo acertado, iluminação afinada e finalizada, realmente o projeto de Light Design está belíssimo e em muito pouca coisa lembra a imagem daquela outra foto postada noutro post.

Estive em Sampa mês passado e pude visitar a Ponte Estaiada Octavio Frias de Oliveira. Tanto de dia quanto de noite ela impressiona pela sua imponência. É muito grande aquilo e conforme ia passando com o carro por sua pista ficava imaginando o peso total de todo aquele concreto. Confesso que dá um certo frio na barriga.

Agora que o projeto de Light Design está “fechado”, realmente aquelas sombras e elementos não iluminados que comentei foram corrigidos e percebe-se faces iluminadas corretamente e todas as formas da ponte.

Pena que na web ainda não existam imagens realmente boas da ponte. Mas na revista Lumière (ed 121) saiu uma matéria sobre o projeto com fotos dignas.

O projeto é do escritório Luz Urbana (Plinio Godoy e Paulo Candura)

Um comentário sobre “Ponte Estaiada Octavio Frias de Oliveira

  1. Pingback: Suspending Belief: 10 Span-tastic Bridges | WebUrbanist

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s