Banheiros – alguns cuidados…

Recebi por e-mail de minha prima Miriam, de Curitiba, que também é Designer de Interiores.

———————————————–

O banheiro encerra uma insolúvel contradição: apesar de ser o lugar que você procura para realizar hábitos de higiene, sem dúvida ele reúne as condições mais propícias à contaminação. Por um lado, isso se deve às próprias características do ambiente. Mas a falta de atenção com a limpeza e com a manutenção, além de hábitos pouco cuidadosos, também contribuem para que os microorganismos façam a festa , afirma o biomédico Roberto Figueiredo, bastante conhecido como o Dr. Bactéria.

Abaixo, ele identifica os maiores perigos escondidos nesta parte da casa e dá conselhos, certeiros e baratos, para que você deixe o banheiro de casa um pouco menos hospitaleiro para fungos, bactérias e outros agentes causadores de doenças.  

1. Usar toalha de tecido no lavabo
Sem dúvida, quando falamos de higiene, uma toalha de papel, virgem (não reciclado), representa o melhor. No entanto, fica difícil colocar em um banheiro de uma casa um toalheiro de papel sem dar cara de shopping ou indústria. Por isso, não da para se livrar de uma toalha de tecido. Troque diariamente ou sempre que estiver muito molhada. Eduque as pessoas para não enxugar o rosto nestas toalhas, lugar de lavar o rosto é no banheiro e usando a toalha de banho.

2. Partilhar um sabonete em barra
Geralmente, os sabonetes não apresentam ação desinfetante, bactericida (a não ser os produzidos com esta finalidade). Eles servem para limpar, e não para matar germes. Tenha higiene: percebendo que há algum resíduo preso ao sabonete, lave-o.

3. Abrir a porta e dar descarga depois de lavar as mãos
É claro que a maçaneta da porta, sendo tocada por uma mão contaminada, vai carregar as bactérias. No entanto, mantendo a maçaneta sempre limpa, sem gordura ou outra impureza, os microorganismos tendem a morrer, pois não resistem à falta de água. Mesmo assim, procure lavar as mãos após apertar a descarga ou tocar em outros objetos do banheiro.

4. Deixar cesto de roupas sujas no banheiro
Estando bem fechado, não representa tanto problema assim. Mas, no caso das roupas íntimas, sempre é bom adicionar na água de lavagem uma colher de desinfetante à base de quaternário de amônio, facilmente comprado em supermercados. Isso diminui os riscos contaminação. 

5. Manter a escova de dente na pia
Pode ser mantida, desde que você nunca dê a descarga com a tampa aberta e sempre pulverize a escova com uma solução de gluconato de clorexidina a 0,12%, encontrada facilmente nas farmácias e drogarias. Enxágüe antes de usar.    

6. Deixar lodo acumulado no boxe e nos armários
Aquele lodo é constituído por microorganismos que, na maior parte das vezes, não causam doenças. No entanto, podem levar a uma alteração da flora normal da boca quando em contato com escovas de dente, levando a processos de gengivite e cárie, por exemplo.

7. Dar descarga com a tampa levantada
Dando a descarga com a tampa levantada, você catapulta os germes para o ar. Eles chegam a atingir até 6 metros de altura e, como o pé direito de seu banheiro não tem tudo isso, os microorganismo ficam rodando pelo ar por até 2 horas, contaminando escovas de dentes e outros materiais colocados sobre as bancadas e pias.

8. Tomar banho com os pés descalços
No banheiro de sua casa, não tem tanto problema, afinal e você quem controla a limpeza e higienização com água sanitária. No entanto, em clubes e noutros locais, sempre é bom usar um chinelo de dedo, principalmente sobre estrados de plástico (altamente contaminados).

9. Manter um tapete de borracha de uso comum no banheiro
Tudo que você colocar irá servir de mais uma base para o crescimento de microorganismos. Sendo possível, elimine. Mas existem locais em que o piso muito liso pode levar a acidentes, principalmente de pessoas mais idosas. Nesses casos, não é possível eliminar, então lembre-se de desinfetar com água sanitária.

10. Deixar as janelas do banheiro sempre fechadas
O vapor retido dos chuveiros eleva a umidade das paredes, favorecendo o bolor. A aplicação, a cada 15 dias, de uma solução de 50% de água sanitária em água eliminará a presença destes bolores desagradáveis. Mas sempre é bom ventilar.

About these ads

Sobre LD Paulo Oliveira

Designer de Interiores Light Designer Professor Questionador Analítico Crítico.

40 comentários sobre “Banheiros – alguns cuidados…

  1. não se escreve “umidade” mas sim “humidade”! É aconselhado do ponto de vista da construção que a habitação seja ventilada todos os dias principalmente nas zonas da cozinha e casa de banho!

  2. Wagner
    danos eu não sei além dos relativos à saúde
    lavar as mãos é uma questão de higiene pessoal e, com isso, evitar que bactérias e germes do banheiro espalhem-se pela casa.
    Bactérias e germes estes que podem (ou não) provocar doenças.

    • Os dois motivos são reais, ao fazer a higiêne correta , voce evita a transferência de fungos e bactérias nocivas a saúde para os outros ambientes podendo contaminar outra pessoas que não imaginam que estão em contato com essa contaminação. Muitas vezes, por exemplo quando for beber agua na cosinha e colocar as mãos no copo e na torneirinha da agua do filtro.

      Abs.
      Angela

  3. Lumena
    uma amiga minha tinha o mesmo problema e ela resolveu simplesmente colocando detergente no ralo e em todas as juntas do chao, e deixando agir por aproximadamente uma hora. Realmente no caso dela acabou.
    O problema é que os mosquitinhos botam ovos nessas quinas e no ralo, por isso é constante percebermos os mosquitinhos por ali.
    Espero ter ajudado.
    abs

  4. oi
    gostaria de saber o que eu faço para me livrar dos mosquitos pequenos que ficam na parede do banheiro e colocam suas larvas no ralo,estou usando cloro mas não estpa resolvendo.

  5. Erika e Katia,
    para o piso e paredes, tentem usar detergente desses de lavar louças… esparrame-o pelas bordas e cantos que são os locais onde eles geralmente botam seus ovos.

  6. Entrei procurando uma solução p/acabar com esses mosquitinhos de banheiro e
    que bom, vi que várias pessoas passam por essa situação.
    Muito bom ter vc p/ nos orientar.
    Encontrei vc no google,como faço para entrar direto na sua página??
    Vc pode responder pelo meu email direto???
    Sandra

  7. Adorei a matéria, parabéns e muito obrigada!!! Além de excelentes dicas para uma melhor higienização, vi também que várias pessoas estavam procurando uma maneira de se livrar de vez dos famosos e chatos mosquitinhos. Já usei água sanitária e nada, vou tentar o detergente. Obrigada pela prestação de serviço!!!
    Deus abençoe.

    • Oi, adorei, as dicas para eliminar mosquitinhos indesejaveis no meu banheiro.Entrei no google ,e achei vc. Obrigada,valeu…

  8. Missão: Exterminar os mosquitinhos puritanos – Nome técnico: putitanos FDPs.

    Modos operandi:
    A exterminação destes famosos e singelos mosquitinhos podem ocorrer atacando cantinhos, ralos, pias, vasos sanitários, cantinhos de janelas e todo o resto de paranóia que for possível existir no banheiro.

    As armas:
    Alternadamente aplicar agua fervendo, agua sanitária (50%), sabão em pó, detergente e outros bactericidas. Inclusive aerosol específico. Feito isso, manter o ralo fechado, para eles se consumirem lá dentro.

    O mérito:
    Extinto o feito, convocar compulsoriamente os membrs da equipe e comemorar na forma de sua melhor conveniência.

    Ass. Generel Tche-Tchelo – 1a Tropa anti-mosquitos Putitanos FDPs.

  9. Dr Paulo boa tarde
    Nos assentos sanitários é possível haver microorganismos patogênicos? Qual a probabilidade de contrair alguma doença ou infecção no uso do assento?
    Obrigado
    Jean

    • Jean, boa tarde. Mas não sou Dr ok?
      Toda superfície exposta fica suscetível a contaminação e consequentemente transmissão destes microorganismos. Caso contrário não haveriam todos os cuidados com higiene e esterilização nos hospitais e clínicas. Esta contaminação pode ser de uma simples micose a patologias mais sérias.
      A probabilidade vai depender da assepsia local.
      Quanto mais limpo e higienizado menor a chance de contrair alguma coisa.
      abs

  10. PARA ELIMINAR OS MOSQUITOS DO BANHEIRO: EM UMA GARRAFA PET OU VIDRO COM TAMPA COLOQUE UMA PORÇÃO DE CRAVO, UMA XÍCARA DE ALCOOL E O DOBRO DE ÁGUA. DEIXE EM INFUSÃO DURANTE UMA SEMANA, DEPOIS BORRIFE NOS RALOS 2 X POR SEMANA. USEI E ACABOU COM OS MOSQUITOS.

  11. Gente, essa idéia do cravo é ótima! Fiz uma outra receitinha que é ma-ra vi-lho-sa!!! Além do cravo coloquei no borrifador canela em pau e casca de laranja. A combinação serve até para dar um cheirinhobom na casa toda. E os bichinhos naõ gostam!!!!
    bjão
    Andreia

  12. Ufaaaaaaa!!! Achei que estava sozinha nessa guerra contra os mosquitinhos do banheiro, mas pelo visto, não sou a única!
    Gostei das soluções e vou usá-las.
    Deus os abençoe!!!!

  13. Adooorei as idéias. Achei que era só eu, que tinha o banheiro infestado por estes inocentes bichinhos. Aqui em casa, eu, meu filho rapaz e meu sobrinho de 8 anos, já estamos de mãos doendo de matá-los. Um dia resolvi contar os que matei, deu para mais de 100. O impressionante, é que se mata 3, aparecem 10.
    O que é bom não se reproduzem tanto. Ufa, que alívio!.
    Obrigada pelas dicas, e fiquem com Deus.

  14. Pessoal,
    Eu também como voces tive esse problema, mas acho que pelo bem da ciencia consegui descobrir o motivo deles aparecerem e como acabar com eles de uma vez por todas.
    Eles se alimentam do fungo que crescem dos cabelos humanos (o cabelo também se deteriora, embora lentamente) com o contato com a água e umidade, principalmente nos ralos.
    Para a eliminação, não retirem o filtro que vem em alguns ralos mais modernos, que alguns pedreiros ao final da obra dizem que é pra se retirar pois ali se acumula os cabelos. É justamente por isso que os mosquitos se reproduzem tao acelaradamente. Se nao houver cabelos ou pelos, eles nao aparecem.
    Comprovei isso pois tenho dois banheiros. Em um, mantive o ralo sempre limpo, nao deixando os cabelos apodrecerem, procurando usar o filtro e retirando-os 1 vez por semana. No outro, deixei acumular e deu no que deu. Os mosquitos estavam lá.

  15. Pessoal, é simples. Pode acreditar. Basta cantar. Cante bem alto.
    Esses mosquitinhos nojentos são muito sensíveis a ondas sonoras altíssimas.
    Eles desaparecem.
    Tentem e verão. Comigo funcionou.
    Façam o teste.

  16. Pretendo usar todas as dicas, exceto a da cantoria. Prometo relatar os resultados. Comecei com a água sanitária no ralo. Agora é questão de honra. ODEIO esses mosquitinhos, tanto quanto o sapo barbudo e seus súditos.

  17. Será que vcs falam dos mesmos mosquitos que tem no meu? Achei que eles entravam pela janela, ficam grudados no teto, criam manchas, sempre tenho que limpar. Odeio. São os mesmos? Se não são, o que faço? Obrigada.

  18. E o o que aconteceria se alguém limpasse o ralo sem luvas e nenhuma proteção??
    Tem pessoas que retiram cabelos e aquela gordura, do ralo do banheiro com as mãos, eu mesma já vi…horrivel, por ..
    A que bacterias e doenças estaria expostas???

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s